Cote e Compare os melhores Seguros de Carro

Poupe até 40% no seu seguro automóvel!

Como Fazer Transferência de Domicílio ou Proprietário de Veículo no Espírito Santo

    A transferência do veículo é necessária sempre que o carro é vendido ou o proprietário muda de domicílio no Espírito Santo, seja para uma localidade dentro do estado, seja para fora. Como muitos outros procedimentos em um órgão público, exige certa burocracia. Por isso, damos algumas dicas para você fazer o processo mais rápido e de forma mais simples. Ao ter o conhecimento prévio dos passos a seguir e dos documentos que irão ser solicitados, você já vai preparado e pode poupar um bom tempo. Além do mais, damos as recomendações necessárias para não receber penalidades por parte do DETRAN, em casos de incumprimento ou mesmo de atrasos.

Como Funciona a Transferência de Veículos

   Se você realizar alguma alteração no registro de seu veículo, seja por mudança de domicílio ou por venda do mesmo, deverá comunicar à DETRAN a transferência. No primeiro, chama-se o procedimento de Transferência de Domicílio, e é obrigatório fazê-lo por vários motivos. Se você não fizer a mudança correspondente, as cobranças do veículo continuarão a chegar no antigo endereço, e as contar ficarão sem pagar. Imagine se você não pagar a taxa por não receber o boleto de licenciamento. Sua situação será considerada irregular por falta de pagamento, e o veículo pode até ser recolhido em uma blitz.

   O outro caso é quando você compra um veículo usado. Nesse caso, você junto com o vendedor, deverão assinar os documentos que autorizem a transferência de um proprietário para outro. Nesse caso, deve ser emitido novo Certificado de Registro de Veículo (CRV), junto com uma vistoria.

Como é o Passo a Passo do Procedimento de Transferência

   Para fazer a transferência, basicamente o que comprador e vendedor devem fazer é assinar o documento de autorização conjuntamente em um cartório, para que fique certificado pelas autoridades. A partir daí, será necessário levar os documentos novos (CRV e CRLV) ao DETRAN e marcar um horário e data para vistoria para obter a autorização e documentos definitivos. Veja os passos abaixo:

  • Fazer a vistoria, indo até a área de vistoria do DETRAN.

  • Ir a um Posto de Atendimento Veicular (PAV) ou à Ciretran, abrir o processo e retirar o DUA (Documento Único de Arrecadação) para pagar a taxa de serviço

  • Realizar o pagamento da taxa em qualquer um dos bancos autorizados (BB, Bradesco, Santander, Caixa)

  • Voltar ao PAV ou à Ciretran para dar o último passo no procedimento, onde deverá retirar o novo CRV

  • Em um prazo de menos de 7 dias, você recebe o novo documento com a transferência já feita.

  • Se houver mudança de domicílio, você deverá voltar para a área de vistoria DETRAN ES e trocar a tarjeta.

E Quando a Transferência É de um Veículo de Outros Estado para o Espírito Santo?

  O processo de transferência descrito anteriormente é para quando o veículo provém do estado do Espírito Santo. Se o veículo for originário de outro estado, será necessário fazer também a vistoria da Polícia Civil de Furtos e Roubos do DETRAN. Deverá ser pago, além disso, o DUA do DETRAN e também o da Polícia Civil

Qual É o Valor da Taxa de Transferência de Veículos no Espírito Santo?

   Cada estado tem uma taxa diferente para a transferência, pois o DETRAN de cada um deles são entidades autárquicas que definem as próprias cobranças. No estado do ES, as taxas cobradas pelo DETRAN são umas das mais caras do país. A taxa do serviço é de R$ 395 para veículos com gravame e de R$ 301 sem gravame.

   É bom considerar sempre outras cobranças, como despachante e vistoria. O seguro pode ser cotado online

Quem Tem Que Pagar a Taxa de Transferência?



Cote e Compare os melhores Seguros de Carro



   A taxa é responsabilidade do comprador, da pessoa que recebe o veículo, no caso de transferência de uma pessoa a outra. Da mesma forma, se houver alguma multa, cairá também sobre o comprador a obrigação de pagar.

Quanto Tempo Há para Fazer todo o Procedimento?

   A transferência deve ser feita em um prazo não maior a 30 dias de acordo com a lei, para ambos os casos de transferência. É importante você cumprir com o procedimento nesse tempo, pois caso contrário, pode ser considerada uma falta grave e a multa pode ser de R$ 195. Além do mais, você terá 5 pontos em sua carteira de habilitação.

A Vistoria É Necessária para Realizar uma Transferência no Espírito Santo?

   No caso de transferência de veículo de um proprietário para outro, a vistoria é exigida para comprovar o estado geral do veículo. É uma avaliação de como o veículo está conservado. Sem as condições de manutenção e conservação, não será legalizado. Na vistoria será conferido o número de placa, chassi, carroceria, luzes e vidros. Também é comprovada a autenticidade e validez dos documentos. A taxa será paga previamente ao ato de vistoriar, e tem diferentes preços segundo o tipo de veículo (automóvel, moto, veículo pesado).

Documentos Exigidos no DETRAN ES Para Realizar a Transferência de Veículo

   Há uma série de documentos a serem apresentados: pessoais e os referidos ao veículo. Quanto aos documentos pessoais, serão necessários os seguintes: RG, CPF, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e um comprovante ou declaração de residência. Do veículo, é necessário o CRV (Certificado de Registro de Veículo), com assinatura do vendedor e comprador e totalmente preenchido, com autorização de transferência no verso. Além disso, podem ser requeridos vários outros documentos de acordo com cada caso particular. Por exemplo, se for um veículo estiver ainda sendo financiado, você deverá solicitar que o mesmo seja incluído no Sistema Nacional de Gravame. Consulte no site do DETRAN os outros documentos necessários se o seu veículo é um táxi, se foi adquirido por leilão, ou se você é pessoa jurídica.

Transferência de Veículo no ES

O Que É?

Comunicação de transferência por domicílio ou por mudança de proprietário

Como Funciona?

Informar no DETRAN e obter o novo CRV

Dicas

Pagar em menos de 30 dias

Se for possível, fazer online

   O procedimento de transferência é sempre necessário quando se faz uma alteração de veículo no Espírito Santo, por mudança de residência do dono, ou por venda do veículo a outra pessoa. Tal procedimento é previsto pelo Código de Trânsito Brasileiro, e deve ser informado ao DETRAN do estado. Haverá uma taxa a pagar e um prazo a cumprir.

Deixe sua pergunta ou comentario

Mapa

Perguntas e Respostas

Tenho que pagar vistoria por separado?
A vistoria e despachante têm outros custos, sim.
Como posso pagar?
À vista ou com cartão em até 12 vezes
O seguro também será transferido?
Não, o seguro é pessoal, para cada condutor.

Deixe sua tu avaliação sobre Como Fazer Transferência de Domicílio ou Proprietário de Veículo no Espírito Santo

(4,33) / 3 Avaliações

Avaliação: 5
Comentário: É bom saber como funciona o DETRAN e o processo em geral
Avaliação: 4
Comentário: Gostei de como foi explicado
Avaliação: 4
Comentário: Obrigado por postar taxa atualizada.

Cote e Compare os melhores Seguros de Carro